Ir para o conteúdo
ou

Em Foco

Veja notícias sobre as atividades realizadas em projetos e ações de extensão
 Voltar a Em Foco
Tela cheia Sugerir um artigo

PRÊMIO ODS 2018: Tânia Fischer (CIAGS/EAUFBA) integrou a comissão julgadora

20 de Dezembro de 2018, 18:09 , por Mardel Santos - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 93 vezes
Ods3

 Ods3

Foi realizado em 13 de dezembro de 2018, no Palácio do Planalto, a entrega da primeira edição do Prêmio ODS Brasil (2018). Trata-se de uma iniciativa da Secretaria de Governo da Presidência da República (SEGOV/PR), que contou com uma rede de instituições e pessoas de diversos estados no processo de realização do prêmio. Tânia Fischer, coordenadora do CIAGS/EAUFBA, integrou a Comissão Julgadora formada por 9 (nove) pesquisadores e profissionais do país, os quais aprovaram 12 projetos em distintas categorias (ver listagem abaixo).

Composto por 4 (quatro) categorias de premiação, a 1ª edição do Prêmio ODS Brasil destacou práticas ligadas à contribuição dos governos estadual/distrital e municipal, de organizações com fins lucrativos, de organizações sem fins lucrativos e de instituições de ensino, pesquisa e extensão, todas inciativas alinhadas aos princípios e preceitos que norteiam os ODS.

O Prêmio ODS Brasil concedido pelo Governo Federal a cada dois anos, até 2030, é uma iniciativa para a disseminação e mobilização dos diversos segmentos da sociedade. O Prêmio representa uma oportunidade de reconhecimento de boas práticas que contribuem de forma efetiva para a mobilização em prol do desenvolvimento sustentável e o alcance das metas dos ODS.

 Ods ciags

Iniciativas premiadas:

Categoria com fins lucrativos:

1º lugar: Natura Cosméticos (SP)
Prática: Certificação das Cadeias da Sociobiodiversidade

2º lugar: Beraca Ingredientes Naturais (PA)
Prática: Programa de Valorização da Sociobiodiversidade 

3º lugar: Itaú Unibanco (SP)
Prática: Programa Mulher Empreendedora

Categoria sem fins lucrativos:

1º lugar: Confederação Sistemas Integrados de Saneamento Rural - Rede Sisar (CE)
Prática: Modelo de Gestão Sisar

2º lugar: Fundação Amazonas Sustentável - FAS (AM)
Prática: Programa Floresta em Pé

3º lugar: Instituto Perene (BA)
Prática: Programa Fogões Ecoeficientes

Categoria ensino, pesquisa e extensão:

1º lugar: Universidade Federal Rural do Semiárido (RN) 
Prática: Tecnologia da dessalinização de água salobra

2º lugar: Casa Familiar Agroflorestal do Baixo Sul da Bahia (BA)
Prática: Educação Emancipadora e Ações Multiplicadoras em Comunidades Rurais do Baixo Sul da Bahia

3º lugar: Fundação Oswaldo Cruz (RJ) 
Prática: Plataforma tecnológica para monitoramento participativo de emergência de zoonoses

Categoria Governo:

1º lugar: Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais (AC)
Prática: Programa Jurisdicional de REDD+ do Acre

2º lugar: Município de Curitiba (PR) 
Prática: Programa Agricultura Urbana

3º lugar: Secretaria de Estado da Saúde (PB) 
Prática: LEGOS, um modelo inovador para soluções de saúde em regiões de desenvolvimento