Ir para o conteúdo
ou

Tela cheia

Sobre o CIAGS-PDGS

30 de Agosto de 2016, 17:16 , por Rodrigo Maurício Freire Soares - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 617 vezes

O desenvolvimento territorial é o objeto de estudo do Centro Interdisciplinar de Desenvolvimento e Gestão Social (CIAGS) da Universidade Federal da Bahia, desde que este foi criado em 2001, por indicação do Fundo Verde Amarelo do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT) para se transformar em um centro de referência em gestão. Alinhado às diretrizes que orientam as políticas públicas das esferas estadual e federal, o CIAGS tem aprofundado as discussões sobre tecnologias sociais, inserindo-as de forma transversal em suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Há uma temática convergente que é comum nas iniciativas e projetos: a construção, desenvolvimento e implementação de modelos de ensino inovadores que contribuam, decisivamente, para a formação de gestores sociais para o desenvolvimento de territórios, cujas identidades, diversidades e singularidades possibilitem estratégias de concertação transescalares, no âmbito de um pacto de desenvolvimento nacional.

O CIAGS foi criado em 2002, na Escola de Administração da UFBA, a partir do Núcleo de Estudos sobre Poder e Organizações Locais (NEPOL) – existente desde 1986 –. Caracteriza-se como um centro interdisciplinar que abrange atividades de pesquisa, ensino e extensão, oferecendo alternativas de qualificação para gestores sociais do desenvolvimento de territórios em múltiplas escalas, criando e testando modelos de formação apoiado em perfis de competência, bem como incentivando a produção e difusão do conhecimento na área. O desenvolvimento territorial é o objeto de estudo do CIAGS desde que este foi criado para se transformar em um centro de referência em gestão.

 

Esquema labor min

O Centro está situado na Escola de Administração da UFBA e integra grupos de pesquisa e professores de diversas unidades da UFBA e outras instituições do país como a UFLA, UFS, UFAL, UFRGS, UFCA, etc., além de instituições do exterior, a exemplo da London School of Economics and Political Sciences, British Journal of Industrial Relations. Houghton St., dentre outras. Além disso, também engloba a comunidade de pesquisadores em gestão social por meio dos Colóquios Internacionais sobre o Poder Local e pelas Oficinas de Gestão que desenvolve regularmente contando com pesquisadores nacionais e internacionais, gestores e representações da sociedade. Para a sua criação, recebeu apoio do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT) e Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), através do Fundo Verde e Amarelo e do CT-Infra, para ser um modelo inovador de rede acadêmica articulada com a sociedade, tendo sido um dos 12 centros de referência do Programa TIB/2001/MCT/FINEP/CNPq. O CIAGS foi avaliado pelo MCT/FINEP como o projeto mais bem sucedido dentre os apoiados pelo Programa de Tecnologias Industriais Básicas do MCT/FINEP de 2001/2002 (Workshop de Avaliação realizado em 18 e 19/05/2005).

Os professores permanentes do Programa têm destacada atuação em associações científicas (ANPUR, ANPAD), em representações (CAPES, Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado da Bahia, CNPq) e outras instituições/redes públicas, como o Conselho Municipal de Crianças e Adolescentes, o Comitê de Responsabilidade Social da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (de representação de empresas), no Grupo de Trabalho Sustentabilidade Local e Regional-Conselho do PRÉ-SAL.

Desde a sua criação o CIAGS já desenvolveu um amplo leque de projetos de pesquisa, extensão e ensino, estabelecendo parcerias com outras Universidades e Centros de Pesquisa do Brasil e do exterior, bem como com instituições públicas, privadas e da sociedade civil de diferentes setores e escalas de atuação.

Dentre as principais ações no campo do ensino, realizadas pelo CIAGS, destacam-se: 

  • Residência Social – tecnologia criada pelo CIAGS e registrada junto ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual – INPI, testada e validada em diferentes cursos de graduação e pós-graduação (presencial e a distância), como forma efetiva de aprendizagem pela prática;
  • Mestrado Multidisciplinar e Profissionalizante em Desenvolvimento e Gestão Social – primeiro mestrado profissional no país nesta área, possui avaliação da CAPES com conceito 4 (mestrados profissionais são avaliados de 0 a 5). Atualmente, está formando sua sexta turma;
  • Curso de Especialização em Gestão Social do Desenvolvimento e em Gestão do Desenvolvimento e Responsabilidade Social;
  • MBA em Desenvolvimento Regional Sustentável para o Consórcio UFBA-UNB-UFLA-UFMT-INEPAD, ofertado para 2000 alunos, sendo 500 capacitados diretamente pela UFBA. O CIAGS foi responsável pela adpatação e testagem da Residência Social para todos os alunos do referido curso;
  • MSA (Master in Social Administration) em Gestão do Desenvolvimento Territorial, que consiste em um programa de formação em nível lato sensu (especialização), criado pelo CIAGS e registrado junto ao Instituto Nacional de Propriedade Intelectual – INPI, que promove a convergência entre teoria e prática, consolidando a experiência de um modelo de ensino de caráter inovador;
  • Curso de Graduação Tecnológica em Gestão Pública e Gestão Social, com duração de três anos e oferta de 50 vagas anuais;
  • Curso de Extensão em Salvaguarda do Patrimônio Cultural dos Povos e Comunidades de Terreiro, voltado às lideranças de terreiros de candomblé salvaguardados pelos IPHAN/IPAC, com adoção de estratégias de convergência entre ensino presencial e à distância;
  • Educação de base para empreendimentos de habitação de interesse social do Programa Minha Casa, Minha Vida que agrega percursos de Formação Cidadã, Formação Profissional, Formação Empreendedora e Formação de Lideranças, com adoção de estratégias de convergência entre ensino presencial e à distância.

 No campo da pesquisa e extensão o CIAGS tem desenvolvido várias pesquisas e atividades de extensão sobre diferentes temáticas: 

  • Programa de Pesquisa em Desenvolvimento Territorial: Novas Ruralidades e Urbanidades (Edital PRONEX/FAPESB/2015);
  • Desenvolvimento Integrado e Sustentável de Territórios (DIST) Minha Casa, Minha Vida;
  • Programa Rotas Culturais – Turismo e Artesanato para o desenvolvimento territorial;
  • Mestre de Artes e Ofícios Populares: mapeamento de mestres-artesãos e seus saberes populares no território do Sisal (Bahia).
  • Gestão Intercultural: os mundos da Petrobrás.
  • Incubadora de Núcleos Produtivos Associativos na Península de Itapagipe.
  • Sistemas de Informação e Gerenciamento: Dique Alto do Cabrito.
  • Marsol – Maricultura Solidária no Baixo Sul da Bahia.
  • Modelos de Avaliação de Competências e avaliação 360º para os cursos desenvolvidos pelo Programa de Desenvolvimento e Gestão Social.
  • Gestão de empreendimentos solidários: em busca de novos referenciais teóricos.
  • Desenvolvimento Local Participativo Comunidade Santa Luzia.
  • Diagnóstico Sócio-Econômico em apoio à Transferência de Tecnologia para a Agricultura Familiar.
  • Dilemas entre o Público e o Privado na Gestão das Águas no Estado da Bahia.
  • Emergência do Capital Social nos Ambientes Rural e Urbano do Estado da Bahia.
  • Mapeamento de Organizações e Interorganizações Sócio-produtivas do Estado da Bahia - Tradições, Inovações e Desenvolvimento Social.
  • Perfis da Gestão do Desenvolvimento Sócio Territorial e Interorganizações.
  • Responsabilidade Social: Ações da Empresas filiadas ao ETHOS.